sexta-feira, 27 de abril de 2012

sábado, 21 de abril de 2012

"Página"

 
outro é o tempo
outra a medida

tão grande a página
tão curta a escrita

entre o achigã e a perdiz
entre chaparro e choupo

tanto país
e tão pouco


"Manuel Alegre"

quarta-feira, 11 de abril de 2012

terça-feira, 3 de abril de 2012

"As lentas nuvens"


 As lentas nuvens fazem sono,
O céu azul faz bom dormir.
Bóio, num íntimo abandono,
À tona de me não sentir.

E é suave, como um correr de água,
O sentir que não sou alguém.
Não sou capaz de peso ou mágoa.
Minha alma é aquilo que não tem.

Que bom, à margem do ribeiro
Saber que é ele que vai indo...
E só em sono eu vou primeiro,
E só em sonho eu vou seguindo.
"Fernando Pessoa!